Feira do Produtor – O centro afetivo de Vicente Pires

1062
Desde 1995 a Feira do Produtor de Vicente Pires atrai consumidores das mais diversas regiões do DF, pela qualidade dos produtos e ambiente agradável

Quer passear, comer pastel, pamonha, tapioca ou ainda aquela comida típica do norte e do nordeste? Renovar o estoque de queijos e doces em casa, ovos, carnes comuns ou exóticas? Segue a linha saudável e está procurando legumes e verduras orgânicas ou de boa procedência? Você encontra tudo isso na Feira do Produtor de Vicente Pires. A feira existe desde 1995 e está localizada na rua 04 – A e faz da região uma das mais movimentas da cidade, graças ao fluxo de pessoas que vêm comprar os produtos ali comercializados ou desfrutar de outros serviços ali oferecidos. A maioria é de moradores da cidade, mas muitos fregueses vêm de regiões administrativas mais distantes do Distrito Federal.
A área total de 5 mil metros quadrados abrange 84 bancas localizadas no centro da feira, que oferecem geralmente produtos alimentícios como laticínios em geral, doces de frutas, mel, legumes, verduras, folhagens, frutas, ovos, plantas, flores, temperos, farinhas, pães e bolos; outros 37 boxe fazem o contorno das bancas, são fixos e voltados para venda de carnes, peixes, lanches como pastéis e tapioca, grãos, oleaginosas variadas e serviços de costura e consertos de roupas; e faz parte ainda da Feira do Produtor 22 módulos que são pontos comerciais nos arredores e oferecem aos consumidores móveis para casa, produtos para aquarismo, restaurante, bar e padaria.

Francicleiton Costa, dono da Peixaria Pantanal, trabalha há 16 anos na feira. Seus produtos vêm da Bahia, Mato Grosso e Santa Catarina

Empreendedores
O comerciante Aldo Ramos trabalha desde 1998 na feira, onde começou como empregado no açougue, e há quatro meses conseguiu a própria banca onde vende ovos, doces, galinha caipira, biscoitos de polvilho e mel. Nesses 20 anos, viu o movimento cair com a crise econômica, mas não reclama. “Sempre vivi do trabalho daqui, não tenho do que reclamar, tem dias bons, dias ruins como em todo comércio”, afirma Aldo.
Ana Cristina Dias Pereira é a vice-presidente da Feira do Produtor e também já exerceu a função de presidente por dois anos. Está há 18 anos trabalhando na feira e conta que o público é bem diversificado, desde a dona de casa, aposentados, jovens, famílias inteiras curtem o local enquanto compram as mercadorias de suas preferências, e depois podem fazer aquele lanchinho juntos. “A nossa feira é difersificada, por isso recebemos gente de todo lugar – mesmo os mais requintados e exigentes ficam satisfeitos com os produtos daqui que são sempre fresquinhos e temos muitos produtos naturais”, afirma a vice-presidente.
A dona Maria José de Macedo é uma das mais antigas do da feira, onde está há 20 anos com sua banca de farinhas. São tantas variedades que o cliente às vezes precisa de ajuda para entender cada uma das qualidades. Ao todo, ela comercializa 20 tipos de farinhas, tem para todos os gostos. “Eu destaco a gentileza dos feirantes, são pessoas bem simpáticas e receptivas, além da limpeza do local, nenhuma feira tem os banheiros tão limpos como os nossos”, elogia dona Maria José.

Maria José de Macedo comercializa 20 tipos de farinhas para vários restaurantes de todos os cantos do DF

Quando se fala em tradição e experiência, o nome de Maria Jair Ziegenrucker é unanimidade na boca dos colegas. Ela e o marido estão na feira desde o primeiro dia e vendem os produtos que eles mesmos plantam no sítio. Os produtos variam de acordo com a época do ano, mas atualmente eles produzem folhas em geral (cheiro verde, couve, alface, bertália), e também temu m apiário, de onde extraem mel. “Nenhum dos nossos produtos tem agrotóxico, cuidamos de tudo com muito zelo para trazer os melhores produtos para feira nesses 23 anos que estamos aqui. Eu amo esse trabalho, interagir com os clientes, gosto muito de bater papo com quem vem à minha banca”, conta a veterana.

Aldo Ramos trabalha desde 1998 na feira, e há quatro meses conseguiu a própria banca

Assíduos
Entre os fregueses que circulam pelos corredores, Welter Rodrigues é um dos mais assíduos. Morador da Rua 6 de Vicente Pires, ele diz que vai toda semana fazer compras. “Não tenho produtos de preferência, compro de tudo – uma semana compro mais legumes, outra mais carnes, se vejo alguma coisa diferente ou que me dê vontade na hora, levo também”.
A Feira do Produtor de Vicente Pires funciona todos os dias, de segunda à sexta-feira , das 7h às 17h e aos finais de semana e feriados das 7h às 15h. Segundo a gerente da feira, Maria Cristina Braga Alves, “o quadro de lanchonetes e produtores de verduras e legumes está completo, mas a administração está buscando parcerias com artesãos para trazerem seus produtos para a feira. Temos poucos e a procura é grande. Se alguém tiver interesse, pode procurar a administração da feira para conversarmos.” Para ser expositor não precisa ser morador da cidade, segundo ela.

Aldo Ramos trabalha desde 1998 na feira, e há quatro meses conseguiu a própria banca
SHARE