“60% das obras estarão prontas este ano e 100% em 2020” – Daniel de Castro, administrador regional de Vicente Pires

764

O cearense de Itapipoca, Daniel de Castro Sousa é pastor, professor, cientista político, advogado e suplente de Deputado Distrital. Formado em Direito pela Universidade Paulista (UNIP), com pós-graduação em Ciências Políticas. Casado há 25 anos com Glaísa Castro, é pai de três filhas.
Desde muito jovem Daniel demonstra interesse pela política por meio dos movimentos estudantis. Como coordenador-geral da Secretaria Nacional da Erradicação do Analfabetismo, apresentou o projeto para construção de uma escola técnica, com recurso pré-aprovado pelo Ministério da Educação (MEC). Foi Secretário de Educação de Águas Lindas de Goiás na gestão do interventor César Gomes. Seu primeiro ato como Secretário Municipal de Educação foi reformar todas as escolas no município de Águas Lindas. Foram feitos mutirões para a finalização das obras. Buscou, também, parcerias com outras entidades e conseguiu levar 15 profissionais especializados em Educação Infantil, para sanar a questão do número de repetentes, que era exorbitante no município. Essa questão, por sua vez, acontecia porque muitos desses alunos tinham como única refeição, o que era distribuído nas escolas. Com orientações dos profissionais em nutrição, mudou toda a alimentação das crianças, como suco e biscoito, para arroz, feijão, carne, verduras e frutas. Mas, o problema não se resolveria apenas com esta mudança, era preciso mais. Ofereceu aos professores horas extras, para que fossem aplicadas aulas de reforço aos alunos e assim, melhorar a aprendizagem. O resultado desse esforço não podia ser diferente, um aproveitamento de quase 100% dos alunos dentro do município.
Na última eleição, disputando com 981 candidatos a deputado distrital, Daniel de Castro , foi o 22o mais bem votado com 11.500 votos. Hoje, administrador regional de Vicente Pires tem a missão de concluir as obras de infraestrutura na cidade.

Vicente Pires tem passado por grandes obras, que em muitos casos traz transtornos à
população. A chuva é um agravante que tem dificultado a vida dos moradores e comerciantes. Como está o andamento das obras? O que já está concluído e o que falta?
Estão sendo realizadas obras paliativas, obras de drenagem e após o período das chuvas previsto para inicio do mês abril iniciarão a todo vapor as obras de pavimentação asfáltica. As obras definitivas iniciarão após o período das chuvas que está previsto para o dia 7 de abril.
Na segunda-feira (11 de março) inicia-se uma força-tarefa em Vicente Pires, o SOS DF, com órgãos como o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Companhia Energética de Brasília (CEB) e Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb). Também participam a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a Secretaria de Obras e Infraestrutura, entre outros órgãos. Será uma ação coletiva para atender as principais demandas da cidade. A redução do entulho espalhado na cidade, remoção de lixo e resíduos, patrolamento das ruas, abertura das novas bocas de lobo, desobstruindo as vias e deixando as vias transitáveis são as prioridades do SOS DF que vem à nossa cidade pela segunda vez apenas este ano.

Quais os projetos da Adminsitração de Vicente Pires para 2019?
Existe um cronograma de obras determinado pelo Governador que até o final do ano 60% das obras estarão concluídas e dezembro de 2020 Vicente Pires estará 100% concluída.

E a regularização de Vicente Pires? A quantas anda?
O governo de Brasília lançou edital de convocação dos moradores do Trecho 3 de Vicente Pires, antiga Colônia Agrícola Samambaia. Com isso, eles podem participar do programa de venda direta e, assim, regularizar a situação do imóvel. São 2.992 lotes residenciais a serem regularizados. E em breve o processo de regularização será todo iniciado em toda Vicente Pires.

Os comerciantes têm reclamado muito da queda nas vendas por conta da lama e obras, o que pode ser feito para minimizar este problema?
Obras paliativas estão sendo realizadas de segunda a segunda, afim de manter funcional a mobilidade urbana, e acreditamos que após 7 de abril, com a retomadas da pavimentação teremos uma melhora diária e significativa na vida dos comerciantes de nossa cidade.

Vicente Pires carece muito de serviços públicos. Há previsão de novas escolas, postos de saúde ou um batalhão da Polícia Militar num futuro próximo?

Há Previsão de duas escolas, uma de ensino médio, uma de ensino fundamental e duas novas unidades básicas de saúde ainda para este ano.

 

SHARE