Grãos Fit aposta em variedade e comodidade para conquistar a clientela de Vicente Pires

650
Roselane Monte oferece a maior variedade de produtos possível em um mercado muito dinâmico, com novidades todos os meses

Cada vez mais pessoas preocupam-se como o que comem. Seja por motivos de restrições alimentares ou em busca de uma vida mais saudável, ou ainda quem busca um corpo mais elegante e bonito. O mercado de produtos naturais e orgânicos, e de alimentos funcionais tem crescido bastante, e em Vicente Pires há uma loja onde é possível encontrar tudo para montar a dieta ideal.
Roselane Monte abriu a Grãos Fit há 8 meses em Vicente Pires, na chácara 233 lote 4, na Rua 5, e não se arrepende. O movimento tem crescido bastante, porque as pessoas perceberam que, com a grande variedade de produtos que oferece, não precisam mais ir longe para comprar nada neste segmento. São mais de 1400 produtos no mix da loja, entre aqueles sem glúten, sem lactose, sem adição de açúcares, veganos, orgânicos e low carb, além de castanhas, sementes e frutas desidratadas. A proximidade com os moradores é fortalecida nas redes sociais. Quem curte a página no Instagram, por exemplo, tem desconte de 5% em qualquer produto, e a partir de R$ 100 loja entrega em Vicente Pires e Águas Claras. Quem leva a dieta elaborada pelo nutricionista também ganha desconto, além de receber os produtos em casa mensalmente.

Setor que cresce
Na avaliação do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), o setor de orgânicos registrou crescimento em 2017, tanto no mercado interno como no mercado externo, que continuará aquecido com crescimento de dois dígitos nos Estados Unidos e em torno de 6% na Europa. Em 2018, o Brasil terá crescimento em torno de 20% de novos produtos e caso a cadeia animal se desenvolva poderá chegar a 30%.
“Passamos mais um ano com um setor que cresce pela forte demanda por produtos saudáveis e sustentáveis, maior percepção de produtos lançados com maior valor agregado e de novos empreendedores, que aumentam a cada dia. O Brasil ainda não dispõe de dados estatísticos de área certificada e de produção, mas apenas de unidades produtivas registradas, e esse número vem crescendo a cada ano. Atualmente, o Mapa lista cerca de 17.000 unidades produtivas cadastradas, número que aumentou cerca de 20% do ano passado. Verificamos, também, interesse de novos investidores e fundos de investimentos nacionais e internacionais buscando valores e retornos que tenham a sustentabilidade como foco para negócios de médio e longo prazo”, explica Ming Liu, diretor do Organis.

SHARE